Navegue no Blog

30/04/2016

Obrigada, por me livrar de você.

Ei, você! Quem tu pensa que é? Sim, essa é a minha pergunta pra ti. Você simplesmente entra na vida das pessoas, marcas elas com seu jeitinho simpático e legal, depois some por semanas, ai reaparece e faz todo aquele ciclo de coisas que você sempre faz.

Eu sempre fui boa em distinguir quando eu queria, ou não uma pessoa por perto! Porém, com você é diferente, eu nunca sei quando eu te quero por perto e quando eu te quero bem longe. Você me trás esses dois sentimentos de uma vez só. Você é tão intenso, que as vezes é meio difícil compreender! E isso me sufoca, me sufoca muito não saber se eu quero que você fique, longe ou fora da minha vida.
Estou aqui, as uma hora da manhã escrevendo esse texto, logo depois que você foi embora! Sim, foi ótimo te reencontrar, e saber que mesmo assim, nada realmente não mudou...Que você continua idiota, e eu? Bom, eu continuo a mesma ingênua de sempre. Ainda acredito no amor, e que um dia eu viverei uma história no qual são contada em livros, e...Eu confesso, cheguei à sonhar essas histórias contigo! Por um tempo passageiro, garanto. Isso foi antes de eu colocar as fixas na mesa,  e perceber que você não é o meu cara “certo”. Sei que você odeia ser chamado assim, porém, é a verdade.

Lembra de quando a gente conversou  e chegou até a querer tentar...Porém (ainda bem), não deu certo! Não foi daquela fez, talvez não seja nunca mais. Muito obrigada por não ter deixado isso acontecer, e ter tentando me proteger dessas suas maré de problemas e confusões-que aliás, são muitas-. Isso foi ótimo pra mim, pra você, pra nós.

Ainda estou aprendendo a lidar com você! você é um cara fantástico, merece uma garota que realmente esteja pronta pra passar por tudo isso contigo, mas eu realmente não sou essa garota. Por isso, eu aprendi a te ver como um bom e velho amigo, apenas.

Não somos as pessoas certas, uma pro outro. Isso podemos ter certeza, brigamos muito, as vezes quero você bem longe, as vezes te quero por perto, pra me fazer sorrir e me contar sobre as confusões que você se mete...

Eu realmente espero que você ache um rumo descente, pra essa tua vida que está mais zoneada que a minha. E que eu realmente pare de ser ingênua e aprenda a falar as coisas quando preciso, e a parar de criar coisas que nunca darão certo.

Bom, obrigada, por me livrar de você.

2 comentários:

  1. Aeee Mônica, obrigada por tirar as palavras da minha boca. Tô quase copiando o link desse texto e enviando pra uma certa pessoa! ahhaahahahahahah adoooooooro!!

    Beeijos, te espero lá no meu blog ♥

    http://www.paaradateen.com
    http://www.facebook.com/PAARADATEEN

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. AHAHAHAHAH...Que bom que tenha se identificado! Uma boa indireta não?! huahau...Beijão ♥

      Excluir

Obrigada por comentar! ♥

♥Depois que fizer o comentário deixe o link do seu blog no final do comentário,irei fazer uma visitinha no seu blog!
♥Só aceito críticas construtivas.

Beijão ♥